Alunos!! Não desistam!! 13


Este post já foi lido 3060 vezes desde 27/06/2015

O post de hoje foi escrito por um novo colaborador do blog. É o Daniel Machado, também conhecido como Teacher Danny, professor particular de inglês e que também tem um canal no Youtube, além de uma fanpage no Facebook. Ele irá publicar com frequência aqui no blog, então deixem suas dúvidas e comentários no final do post.

Neste primeiro post, ele vai falar um pouco sobre a importância ainda maior de se falar inglês em tempos de crise que estamos vivendo. Ele dá a opinião pessoal dele sobre o assunto. Você pode concordar ou discordar nos comentários.

***

Hello my dear friends!! Hello seguidores desse blog sensacional que é Inglês para Leigos!! Meu nome é Danny e leciono essa língua maravilhosa e mágica há mais de 15 anos. Também sou músico e Youtuber nas horas de “menos” inspiração. Nesses 15 anos nessa “guerra” contra a monolinguística, nunca havia me deparado com uma crise dessa proporção. Nos últimos 2 anos, desisti de lecionar em escolas por causa dos salários extramemente baixos oferecidos por escolas de renome e nem de tanto renome assim. Mergulhei de cabeça no mundo das aulas particulares. E notei que, ao MENOR sinal de QUALQUER TIPO DE CRISE que afete os bolsos dos alunos, ou até mesmo o tempo livre deles, a primeira coisa que a maioria dos alunos “tiram” de seu “caminho” são as tão importantes aulas de inglês. GENTE! PERA AÍ!

ingles em tempos de crise

É sabido que hoje, sem o domínio da língua inglesa, o mercado se estreita de forma quase desumana. Na atual situação, a língua inglesa te proporciona vantagem na corrida ao emprego, O QUE É A PRINCIPAL SOLUÇÃO em caso de demissão devido à crise. Come on guys! A academia pode esperar, o yoga e crossfit tambem, as aulas de violão e o cursinho de biscuit tambem! Priorizem o que é realmente importante my friends!

Não estou dizendo que cuidar da saúde e da mente não são importantes. Muito pelo contrário, já que para se ter sucesso profissional é preciso “mens sana in corpore sano” (sempre quis usar essa frase!), mas dominar o idioma na atual situação é um divisor entre “conseguir aquela vaga naquela super empresa” e “continuar mandando currículos”.

Podemos considerar que existem várias coisas que fazemos hoje em dia, pelas quais comprometemos boa parte da nossa renda e do nosso tempo, que poderiam muito bem ser substituídas por investimentos no nosso aprendizado! Chego até ao extremo de achar que, depois da faculdade, é mais importante dominar o inglês do que fazer uma pós graduação. Tenho vários amigos pós graduados que ainda sofrem para conseguir um bom emprego nas suas áreas por não falarem inglês. Enquanto tenho alguns amigos que dedicaram o ano seguinte ao término da faculdade para aprenderem o inglês e já estão atuando na área enquanto fazem a pós, falando inglês pelos cotovelos!

Também existe o fato de que, sem o inglês de nível pelo menos comunicativo, fica bem complicado conseguir aquele tão sonhado visto de trabalho ou de estudo fora do Brasil, tão quisto nessa época de treva econômica pela qual estamos passando, ou melhor, entrando! Em uma entrevista no consulado, falar inglês é tido como OBRIGAÇÃO de quem está aplicando para o visto, não como um “plus” como muita gente ainda pensa.

Por isso continuo afirmando que a importância de se aprender esse idioma supera muitas coisas pelas quais gastamos nosso rico dinheirinho e nosso escasso tempo. Não desistam, my friends! 

Esta é só minha humilde opinião my friends, comentem e digam o que vocês acham!

Thank you so very much my friends! Até o próximo post!

Se inscrevam no meu canal no youtube!
Vejam abaixo um dos vídeos do meu canal, sobre palavras com a MESMA pronuncia e significados DIFERENTES!
Curtam, compartilhem e se inscrevam!!

Thank you a lot! Nos vemos em breve!

***

Este foi o primeiro post do Daniel aqui no blog. Deixe o seu comentário com a sua opinião, se concorda ou não. Você pode também comentar deixando sugestões de temas para serem abordados por aqui.

Até mais,

Ueritom


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!

13 pensamentos em “Alunos!! Não desistam!!

  • catarina

    Eu descobri esse blog recentemente, e já desenvolvi bastante o meu inglês. Estou vivendo em Londres a menos de um ano, e agora percebo o quanto faz falta falar um idioma tao renomado como o Inglês. A maioria dos brasileiros pensam que nunca irão precisar, como eu pensava, e depois nos deparamos com situações como minha atual. Mas com a ajuda de blogs assim como esse eu tenho aprendido bastante. E eu sou muito grata por isso! Parabéns pelo blog. Vou aproveitar e estender meus momentos de aprendizado com o seu canal no Youtube também Teacher Danny.

  • Bruna Mendes

    Teacher Danny, parabéns pelo post! Eu super concordo com você! Acho que todos devem investir no idioma, para que possam conseguir um emprego melhor. Se antes já era um pouco complicado conseguir um emprego bacana, mesmo após a formação, imagina agora com essa crise. E acredito que mesmo que a pessoa não tenha condições de investir muito, é válido parar um pouco todos os dias, por pelo menos 30 minutinhos e praticar um pouco. Essa é uma forma de investir no conhecimento. A internet é rica de conteúdo e se a pessoa focar, consegue aprender mesmo sem investir muito. Aqui mesmo, no Inglês para Leigos, há diversas dicas para que os alunos desse idioma possam aperfeiçoar seu conhecimento. Um abraço! Bruna

  • sarah chaves

    Olá Daniel , há muitos anos estudo inglês, e consigo traduzir e compreender bem a gramatica, mas não so eu como muitos no Brasil tem essa deficiência : De não conseguir entender o inglês falado e desenvolver bem a fala. Agente trava na hora de falar. Você não acha que e porque no Brasil , nos não falamos diariamente o inglês ? Como posso desenvolver essas duas habilidades ? Eu sempre falo aos meus colegas que o ideal e estudar e adquirir habilidades básicas e ir mergulhar na língua , passando um tempo lá. So que nem todos tem esse privilegio. Obrigado pelo excelente post .

  • Joel Neves

    Bom dia amigo!

    Bom concordo em quase 100% do que disse neste post. Porém o ensino no Brasil a cada dia entra em descrédito devido as péssimas escolas (de renome ou não) e professores que temos encontrado pelo país a fora. Bom se optarmos por professor particular (como sugestão do seu post) o valor pode ser três ou quatro vezes maior (não estou colocando qui o custo benefício entre as duas formas) e em tempo de crises de fato fica muito difícil manter este “luxo” uma vez que o tempo pra se aprender o idioma (no Brasil) é muito demorado. E muita das vezes o que consideramos nível “hard” aqui , percebemos em uma viajem aos EUA que falamos apenas o básico ou até menos que isto. Minha esposa por exemplo, estudou muito tempo em uma escola muito bem falada e está entre as tops no país, e mesmo com toda sua dedicação (característica própria) não evoluiu seu inglês ao ponto de passar em uma entrevista em inglês. Diante disso decidimos que ela (apenas ela por cauda do dólar tão caro!!) fizesse uma viajem aos Estados Unidos em intercâmbio, para de fato , vivenciar e aprender a língua como tanto deseja.
    Bom fazem duas semanas que ela se encontra em Chicago e posso perceber implicitamente sua evolução. Ai eu pergunto, o melhor é fazer uma economia e pagar um intercâmbio fora do país – que muitas das vezes sai mais barato – ou ainda posso acreditar no ensino capitalista aplicado no país?

    Mais uma vez parabéns pelo post.
    Grato.
    Joel Neves.

    • Daniel Machado Autor do post

      Olá Joel! Na verdade não sugeri aulas particulares. Acredito que hajam escolas com boas metodologias por aí que sejam tão eficazes como um professor particular, talvez até mais. Com relação ao valor ser maior, isso também depende do professor. Eu por exemplo cobro bem abaixo do que meus colegas geralmente cobram, pois prefiro trabalhar mais e ganhar mais, enquanto alguns professores preferem trabalhar menos e ganhar mais. Isso é normal em qualquer prestação de serviço, creio eu. Mas entendo seu lado perfeitamente a parte da viagem para fora para adquirir o idioma. Esse investimento é o melhor a se fazer! Obrigado pelo comentário e até breve!

  • Jéssica Priscila

    Olá Teacher Danny, super concordo com você! e também acrescento que não é porque não temos dinheiro para pagar um curso, que não podemos estudar inglês. Tem muitas ferramentas boas na internet, inclusive esse blog. Só precisamos ser persistentes.