Como arranjar mais tempo para estudar inglês? 11


Este post já foi lido 4619 vezes desde 27/06/2015

A maioria das pessoas atualmente possui uma vida corrida. São várias coisas que temos que “dar conta” durante o dia. Casa, filhos, academia, cursos, trânsito e trabalho estão entre os vários fatores que ocupam nosso tempo durante as 24 horas que temos diariamente para fazermos as nossas tarefas habituais.

Isso faz com que boa parte dos estudantes tenha pouco ou quase nenhum tempo para estudar inglês. Sabemos que um idioma se aprende com exposição diária e constante a ele. Quanto mais tempo você “passar” com a língua inglesa, mais aprenderá.

A questão é: se tenho pouco tempo, como posso ter uma maior exposição ao idioma? Minha sugestão é a seguinte: incorpore o inglês às suas atividades diárias sempre que possível. O primeiro passo é criar um “ambiente” de inglês ao seu redor, conforme expliquei neste post. Isso ajudará a ter um contato mais constante com a língua inglesa.

como arrumar mais tempo para aprender ingles

Além disso, você pode aproveitar os intervalos entre as suas atividades principais para praticar o inglês. O tipo de recurso que você irá utilizar irá depender da atividade e da posição que você poderá ficar. Ex: quando puder ficar sentado, seja no ônibus ou no carro, no horário de almoço do trabalho ou intervalo de aulas você pode tanto assistir a vídeos quanto ler textos em inglês. Por razões óbvias, isto não vale para quando você estiver dirigindo. Neste caso, o máximo que você poderá fazer é ouvir áudios.

Se você estiver caminhando ou fazendo academia, você pode ouvir lições de inglês, áudios de conversas, músicas, ou o que mais te aprouver, dependendo também do seu nível no idioma. Se o local onde você estiver possuir acesso rápido à internet , você pode buscar conteúdos diretamente na web; do contrário, terá que salvá-los de antemão. Em outro post darei mais detalhes sobre como achar e baixar materiais interessantes na internet.

Você pode também cantar ou repetir diálogos de frases que você tenha ouvido recentemente, para reforçar, durante o banho. Como este é um momento de relaxamento, o cérebro tenderá a assimilar estes conteúdos com mais facilidade.

Para finalizar, um lembrete (apesar de estar implícito, não custa reforçar): tome cuidados de segurança para evitar lesões a você e a outras pessoas. Não faça atividades onde você tenha que se concentrar total ou parcialmente em outras coisas. Como exemplos, cito o que já foi mencionado anteriormente neste post (não ler nem assistir a vídeos enquanto dirige) e não tentar ler nada enquanto está caminhando, pois você precisa prestar atenção ao caminho enquanto dirige ou caminha. Do contrário, você pode furar um sinal vermelho, atropelar alguém, bater no carro da frente, pisar em um buraco (no caso de estar caminhando), et cetera.

Você possui alguma técnica que lhe permitiu aumentar o seu tempo de estudo? Compartilhe nos comentários! Se você já faz isso ou algo parecido, comente também contando a sua experiência. Você notou que o seu aprendizado melhorou depois disso?

Até mais,

Ueritom


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!

11 pensamentos em “Como arranjar mais tempo para estudar inglês?

  • Francisco Catengue

    Na verdade aqui em Angola tenho tido muitas oportunidades de ler, eu trabalho num offce do meu Pai de secunda a sexta sem intervaalo, no time to move, mas eu nestas condições consigo ler e ouvir songs, emito mais, antes de mais nada quero diser que gostei dessa.

  • Jesse James

    Excelente post. Eu faço parte do time onde o tempo é escasso. Eu tenho costume de utilizar muito a técnica do flash card, sempre que vejo uma expressão nova ou uma expressão que quero incorporar no meu vocabulário, eu faço um flash card. Hj devo ter mais de 1000. Antes de trabalhar sempre coloco 15 deles no bolso e no decorrer do dia vou lendo: no banheiro, na fila do almoço, no ponto de onibus, etc, sempre que dá tiro alguns do bolso e leio e tento imaginar um exemplo com aquela expressão. Tenho tudo divido por categoria: gírias, phrasal verbs, telefone, entrevista, etc. Foi a melhor forma que encontrei para aprender novas expressões e recomendo. Outra coisa, FM/AM no rádio do meu carro nao existe mais, só me permito escutar podcasts em ingles, foi o compromisso que fiz comigo mesmo e me surpreendi como evolui meu listening com esse método. Abs

  • Max Soares

    Eu costumo fazer o seguinte, nem academia eu tenho tempo de frequentar, eu comprei um elíptico e o coloquei no meu quarto, baixei uma pancada de vídeos didáticos em inglês do YouTube, converti o formato original para DVD ( sou usuário de linux Ubuntu) e vou malhando no meu quarto enquanto assisto aos DVDs, os últimos que gravei são uma série de mais ou menos 70 vídeos intitulado ” the best english”:

    http://www.youtube.com/watch?v=jw0TfWFTZQ8&list=PLMqrndo4fmK2uW8sjQPKn0HsL7Vi1P4nP

    • Max Soares

      Puxa vida,se não foi publicado ainda é porque não foi aprovado, não esperava que um comentário inocente como esse fosse desprezado como refugo, foi pelo link do YouTube? Apenas quis compartilhar o modo pelo qual faço meu tempo render no aprendizado do inglês e um canal bacana pelo qual estou me adaptando meu inglês de iniciante, mas já que minha postagem não foi bem vinda não estará mais aqui quem falou…

      • Max Soares

        Me desculpe,talvez minha conclusão tenha sido precipitada, mas como frequentador de blogs, sei que se um comentário não foi aprovado em 24 horas há 90% de chances de ter sido lido e reprovado, que bom que não foi o caso aqui, valeu, obrigado pela atenção!

        • Ueritom Ribeiro Borges Autor do post

          Eu só reprovo comentários se a pessoa usar palavras de baixo calão. No mais, publico mesmo que a pessoa esteja criticando, contanto que o faça de forma respeitosa.

          O blog possui um sistema de bloqueio de SPAM. Quando a mensagem possui muitos links, existem chances de o comentário cair na pasta de SPAM e eu acabo nem moderando-o. Ainda bem que não foi o seu caso.

          Em todo caso, obrigado por comentar e volte sempre!

          Ueritom