A evolução do aprendizado da língua inglesa


Este post já foi lido 1312 vezes desde 27/06/2015

Novas tecnologias vêm para melhorar e “acelerar” a nossa vida e atingir certos objetivos mais facilmente. Imagine que no século XV uma viagem da Itália até a China levava cerca de 4 meses. Hoje esta mesma viagem é feita em apenas algumas horas. Voltando a algo mais recente, uma carta poderia levar uma semana ou até mais para chegar. Atualmente existe o e-mail e até os chats, que são meios de comunicação instantânea.

No ensino de idiomas isso também tinha influência. Os recursos eram bem mais escassos. Há 20 anos, por exemplo, se você quisesse aprender inglês, as únicas opções disponíveis eram professor particular, curso de idioma ou revistas especializadas. Se você morasse em cidade pequena, talvez nem isso. Se você quisesse aprender outro idioma, como o holandês ou grego, por exemplo, era mais difícil ainda.

Não existia DVD e muito menos o Youtube, para que você pudesse assistir vídeos e filmes com áudio em inglês para praticar o seu listening. A melhor possibilidade para isso eram os cinemas, que tinha alguns filmes legendados.

Parte disso se devia pelo fato de a tecnologia não ser tão evoluída como é hoje, mas também parte disso porque o inglês não era tão importante/exigido como é atualmente. Com uma demanda menor, existia menos oferta também.

aprendendo ingles

Com a evolução da internet e também com a popularização da banda larga (e também com o crescimento da demanda por saber falar inglês), cada vez mais recursos, sites, programas foram desenvolvidos, o que torna o aprendizado do inglês (ou de outros idiomas) mais fácil e interativo.

Atualmente podemos ver vídeos no Youtube, baixar apps que ajudam a praticar o inglês, visitar blogs e sites interessantes, fóruns, participar de grupos de discussão, curtir páginas no Facebook, ouvir podcasts, entre outras opções.

Após o advento dos smartphones e tablets, a situação ficou ainda melhor, pois você pode fazer isso sem estar “preso” à tela do computador. Você pode estudar inglês no intervalo do trabalho, na fila do banco, deitado na cama..as possibilidades são muitas.

É claro que é necessário haver disciplina, pois as distrações também aumentaram. Mas isso é assunto para outro post. O que quis dizer aqui é que atualmente opção é o que não falta para aprender inglês, se você tiver acesso à internet. Você precisa apenas se organizar e criar uma rotina de estudos e estudar. Sempre que você tiver dúvidas, pode buscar ajuda de forma online, o que não era possível antigamente.

No meu caso, posso dizer que passei por esta “transição”. Comecei estudando inglês na escola, numa cidade pequena, onde nem celular pegava. Imagina internet. Depois me mudei para uma cidade maior e comecei a ter acesso a mais recursos, mas não era tanto igual hoje.

E você, é da “nova” ou da “antiga” geração? Se você já nasceu com tablets, wifi, banda larga, smartphones, parabéns! Sua vida está “facilitada”…hehe.. Já se você chegou a passar pelas dificuldades de antigamente para estudar, gostaria de ver um comentário seu, contando suas experiências.

Até mais,

Ueritom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!