If I were you, I’d read this.. 4


Este post já foi lido 10990 vezes desde 27/06/2015

O post de hoje é resposta a uma leitora do blog, que voltou ao “longínquo” ano de 2009, mais especificamente a uma música que fez sucesso à época: If I were a boy, da Beyoncé. Ela questionou especificamente o nome da música, que também é mencionado na letra da mesma. Ela quer saber o porquê a Beyoncé diz If I were a boy, e não If I was a boy, uma vez que a conjugação do verbo to be no passado é I was e não I were.

Bem, pode parecer estranho a princípio, porém de acordo com a norma, a situação descrita acima, bem como a frase da imagem abaixo, são consideradas corretas do ponto de vista gramatical. Isso ocorre porque estas sentenças pertencem ao que chamamos de Second Conditional (leia mais clicando aqui), que em suma é quando falamos de uma situação que aconteceria em uma condição que é impossível ou com probabilidade muito baixa de acontecer. Sendo assim, quando canta “If I were a boy, even just for a day” (se eu fosse um garoto, mesmo que apenas por um dia), ela está falando de uma situação praticamente impossível de acontecer (a menos que ela fizesse uma cirurgia de mudança de sexo), e portanto é uma situação hipotética.

por que if I were e não if I was

No entanto, isso não impede que, principalmente no inglês falado, se use If I was. A forma If I were é mais formal, mais “correta”, do ponto de vista gramatical, e é usado principalmente no inglês escrito.  Ao conversar com uma pessoa, você poderá ouvir qualquer uma das duas maneiras (apesar de haver opiniões em contrário). Vamos ver mais alguns exemplos, contudo, do Second Conditional em ação:

  • If I were your teacher, I’d flunk you. (Se eu fosse o seu professor, eu te reprovaria)
  • If I were a soccer player, I’d like to be a goalkeeper. (Se eu fosse jogador de futebol, gostaria de ser goleiro)

No entanto, temos que nos atentar sempre com o tempo da frase. Se a frase estiver no passado, a conjugação será If I was mesmo, como aprendemos nos “primórdios” do estudo da língua inglesa. Ex: If I was rude on the phone, I’m sorry (se eu fui rude ao telefone, me desculpe). Neste caso, não é uma situação hipotética. A pessoa foi rude, do ponto de vista da outra. É um contexto diferente da música da Beyoncé.

Bem, é isso. Espero ter ficado claro. If I were you, I’d share this post on Facebook.

Até mais,

Ueritom


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!

4 pensamentos em “If I were you, I’d read this..

  • Andre

    Boa tarde!
    Acredito que está música esteja toda nessa questão de Second Conditional

    The butterfly song

    If I were a butterfly, I’d thank you Lord for giving me wings. If I were
    a robin in a tree, I’d thank you Lord that I could sing. If I were a fish
    in the sea, I’d wiggle my tail and I’d giggle with glee, and I just thank
    you father for making me, me. For you gave me a heart and you gave a
    smile, You gave Jesus and you made me your child, and I just thank
    you father for making me, me. If I were an elephant, , I’d thank you
    Lord, by raising my trunk. If I were a kangaroo, I’ll just hop right up
    to you. If I were a octupus, I’d thank you Lord for my good looks. But
    I just thank you father for making me, me. For you gave me a heart
    and you gave a smile, You gave Jesus and you made me your child, and
    I just thank you father for making me, me. If I were a wiggly worm,
    I’d thank you Lord that I could squirm. If I were a crocodile, I’d
    thank you Lord for my great smile. If I were a fuzzy, wuzzy bear, I’d
    thank you Lord for my, fuzzy, wuzzy hair. But I just thank you father
    for making me, me. For you gave me a heart and you gave a smile, You
    gave Jesus and you made me your child, and I just thank you father
    for making me, me. and I just thank you father for making me, me. for
    making me, me. Me.

    Hugs!