Learning English: What Works? (Reading) – Parte 1 1


Este post já foi lido 779 vezes desde 27/06/2015

Hoje, conforme prometido, o terceiro post da Lisa Biskup, do site English Fluency Now. Hoje ela fala sobre a terceira habilidade necessária para a fluência em inglês: reading (leitura). Se você não viu os outros posts, recomendo que os leia primeiro, antes de prosseguir:

Este post também será dividido em duas partes. Hoje a parte 1. Acompanhem:

***

Nos últimos dois artigos, eu discuti dois aspectos do aprendizado de inglês: listening (input) e speaking (output). Eu falei sobre a importância do listening para o input compreensível (materiais onde você entende a maior parte do que é dito) a fim de se tornar um excelente falante, e para que você possa decidir sozinho quando deve começar a falar, seja logo de início ou apenas após várias horas de listening e compreensão.

Hoje eu quero falar sobre outro tipo de input: reading.

reading em ingles

A maioria das pessoa começa a aprender um novo idioma adquirindo um livro, que pode ser um livro de exercícios (desses das escolas de idioma), um livro sobre gramática ou algum livro com frases para viajantes. Ler, no começo, é um processo de tentar entender como a língua inglesa funciona, incluindo relacionar letras com sons, mas também dar sentido aos conjuntos de letras e sons – as palavras.

Se você for capaz de ler frases simples, você está no caminho certo.

Leia regularmente

Independemente do seu nível, eu recomendo que você faça da leitura uma parte da sua rotina diária em seu aprendizado de inglês.

 

Vocabulário

Ler é uma estratégia importante para expander o seu vocabulário. Cada vez que você ler uma notícia, um livro, um poema ou uma reportagem em uma revista, você será exposto a uma variedade de palavras e expressões que ajudarão a aumentar o seu nível de compreensão, e quando feito de forma regular e constante, te ajudará a melhorar suas habilidades de fala e escrita (mais sobre isso no artigo da semana que vem).

Grammar

A leitura é também uma ótima maneira de aprender a gramática da língua inglesa sem estudar regras gramaticais de forma explícita, pois ela costuma ser tediosa e chata (para a maioria das pessoas). Tudo o que você lê inclui gramática: ordem das palavras, preposições, verbos, pronomes, adjetivos, advérbios, etc. Em vez de estudar estas coisas “individualmente”, fora de contexto, você aprender dentro de um contexto, e sem se dar conta disso enquanto você lê.

Diversão

A leitura pode ser divertida e proveitosa. Se não for, você deveria estar lendo outra coisa. Independentemente de você ser interessado em tecnologia, ciência, romances, humor, esportes ou qualquer outra coisa em milhões de tópicos existentes, você pode encontrar com facilidade algo para ler em inglês.

A qualquer hora, em qualquer lugar

Hoje, mais do que nunca, devido à internet e dispositivos móveis, encontrar algo para ler em inglês e ter isso ao alcance das suas mãos é fácil e conveniente. Eu sugiro que você reserve pelo menos 10 minutos por dia para ler algo que seja do seu interesse. Você pode fazer isso enquanto espera em uma fila, andando no metrô ou no ônibus, relaxando em casa ou enquanto estiver sentado na praia. Ler é algo que você pode fazer em qualquer lugar, a qualquer hora – e é algo que vale muito a pena.

Lisa Biskup

www.englishfluencynow.com

 ***

Esse foi a parte do post da Lisa sobre reading. Amanhã a parte 2.

Até mais,

Ueritom

 

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!

Um pensamento em “Learning English: What Works? (Reading) – Parte 1