Os 5 erros mais comuns cometidos por um estudante de idiomas 4


Este post já foi lido 1986 vezes desde 27/06/2015

É fato que nem todo mundo aprende da maneira, bem como cada pessoa pode ter uma reação diferente diante da mesma situação, como bem tem mostrado o Fantástico na sua nova série. Existem, no entanto, alguns erros que são cometidos por boa parte dos estudantes de idiomas, seja ele o inglês ou não. Vou listar aqui os 5 erros mais comuns cometidos no aprendizado de uma nova língua:

NÃO OUVIR O SUFICIENTE

Você já passou pelo processo de aprendizagem de um idioma antes, e se saiu bem nesta tarefa. Talvez você não lembre, pois era muito pequeno, e nem lembra como fez, pois ainda não tinha consciência disso à época. Uma coisa é certa: mesmo sem entender, você ouvia as pessoas conversando várias horas por dia. Com o tempo, você foi soltando os primeiros sons, formando as primeiras palavras, depois frases e assim por diante.

listening English

Agora que você está aprendendo inglês, está novamente diante deste “desafio”: ao começar, você não entende nada do que é dito. Porém você precisa ouvir inglês o máximo de tempo possível para “treinar” o ouvido e também ir aos poucos pegando os padrões e entonações da língua. Mesmo que você não entenda nada no começo, persista.

Falar e ouvir são as atividades que mais fazemos durante o dia. A menos que você resida em um país falante de inglês, você não terá acesso  a conversas em inglês em tempo integral. Isso não deve, no entanto, ser um empecilho para que você possa ouvir inglês. Se você está lendo este post, é porque tem acesso à internet. Com isso você possui uma infinidade de conteúdos disponíveis para você treinar o seu listening, tais como podcasts, Youtube, séries de TV, filmes, entre muitas outras coisas. Você precisa estabelecer suas metas e cumpri-las a partir daí.

curiosos aprendem mais

FALTA DE CURIOSIDADE

Ter atitude pode ser um fator-chave para acelerar o seu progresso no aprendizado de um idioma. Se você quer aprender um novo idioma, deve não aprender apenas a língua em si, mas também sobre o país ou países que utilizam esta língua. Não se atenha apenas à linguagem em si. Busque saber mais sobre suas culturas, feriados, hinos, moedas, tradições, entre outros. Aqui no blog já publiquei alguns textos neste estilo relacionados aos Estados Unidos e Inglaterra. Seguem alguns:

PENSAMENTO “RÍGIDO”

Estudos apontam que estudantes com baixa tolerância a ambiguidades tendem a ter mais dificuldades para aprenderem e a “lutarem” mais com o idioma que estão aprendendo. Estudar idiomas pressupõe um certo nível de imprevisibilidade. A cada dia, o estudante irá se deparar com palavras que ele não conhece, ou então com palavras conhecidas que não se encaixam no contexto da frase onde ela foi usada.

Na maioria dos casos é possível deduzir, a partir da frase e/ou contexto, o significado da palavra desconhecida. Pratique este jogo de “adivinhação” e tente acertar o que a palavra quer dizer nestes casos, antes de recorrer ao dicionário.

Quanto mais praticar, melhor você ficará nisto. Sugiro que você utilize músicas para começar, pois elas são um excelente recurso para aprender inglês. Que tal uma fazer uma visitinha ao meu blog Inglês com Música?

UTILIZAR APENAS UM MÉTODO DE APRENDIZAGEM

Toda linguagem possui 4 habilidades que devem ser dominadas por quem quer falá-la com fluência: writing, speaking, listening e reading. Cada uma delas é melhor aprendida através de métodos específicos. Se focar apenas em leitura, por exemplo, irá ficar bom no reading porém não nas outras 3 habilidades. Se você só ouvir, talvez não fique tão bom em speaking nem em writing.

erros comuns ao aprender um novo idioma

Sendo assim, é necessário utilizar métodos que facilitem a obtenção de todas habilidades. Devem ser usadas alternadamente, em vez de focar em apenas um. Atualmente, essa tarefa é facilitada pelos diversos recursos disponíveis, tanto de forma online quanto de forma offline.

MEDO

Este item é “clássico” e recorrente. Já falei sobre ele no post Porque a maioria das pessoas não aprende inglês?, porém não o poderia deixá-lo de fora desta lista. Como humanos que somos, sempre temos medo de errar, de querermos ser sempre perfeitos, de não passar vergonha na frente de outras pessoas, principalmente se tivermos que falar na frente de outras pessoas. Ficaremos pensando na regra x, na concordância, etc., e isso nos deixará nervosos e sairá qualquer coisa menos algo compreensível.

Minha dica para isso é: pratique sua fala, fale na frente do espelho, grave-se falando, compare com outras pessoas (existem sites para isso), e vá repetindo até achar que está bom. Assim você irá se aprimorar e ficará mais confiante na hora de falar.

como melhorar o speaking

Esse foi o post de hoje, o qual me inspirei nesta reportagem do jornal The Guardian para escrevê-lo. Não o traduzi, apenas usei-o como referência para escrever minhas ideias. Gostaria de saber sua opinião sobre os 5 itens acima. Deixe-a nos comentários.

Até mais,

Ueritom


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!

4 pensamentos em “Os 5 erros mais comuns cometidos por um estudante de idiomas