Repita tudo o que você aprende para gravar na mente 1


Este post já foi lido 1326 vezes desde 27/06/2015

Sempre que nos dedicamos a aprender alguma coisa, seja o que for, temos que ter em mente que não aprenderemos do dia para a noite. Será necessário dedicar tempo para que você atinja a sua meta de forma satisfatória. E isso será possível somente através de uma coisa: repetição.

Existe um ditado que fala sobre isso que acho bastante útil e verdadeiro: A repetição é a mãe do aprendizado. Isso quer dizer que você precisa “dar atenção” a algo com certa frequência, pelo menos até você atingir a habilidade necessária e esse conhecimento se tornar “automático” para você.

Para ilustrar melhor, pense num bebê aprendendo a andar: ao nascer, isso é algo que ele ainda não sabe fazer. Porém com o tempo ele começa a engatinhar e depois começa a dar os primeiros passinhos. No começo eles serão um tanto “atrapalhados” e precisarão de ajuda. Porém eles continuarão tentando e tentando e se “aprimorando”, até que finalmente irá literalmente caminhar com as próprias pernas. 

repetição

No que se refere ao aprendizado da língua inglesa, isso não deve ser diferente. Quando você aprende uma palavra, expressão ou regra nova, você deve “trabalhar” em cima dela algumas vezes, pois é pouco provável que você internalize o seu significado e/ou como usar se tiver contato com a frase apenas uma vez. Existem pessoas que fazem um “caderno de expressões”, ou algo do tipo, ondem inserem as frases e expressões que vão aprendendo, com exemplos, e assim conseguem fixar melhor a palavra em questão.

Se você faz curso em escola particular ou no ensino regular, arranje um tempo para revisar este conteúdo ao chegar em casa, ou pelo menos antes de dormir, no mesmo dia. Não deixe para fazer isto apenas na véspera da prova. Você terá mais trabalho e ficará frustrado para lembrar se for rever apenas quando precisar do que se ficar constantemente em cima do conteúdo que está querendo aprender.

Uma grande vantagem da repetição é que, se ela é utilizada com frequência, o objeto de aprendizado será “incorporado” a você e você o fará/falará/responderá/etc de forma automática. Quando isso acontece, quer dizer que você realmente sabe aquele tópico. Vou usar o exemplo clássico de aprender a dirigir. A primeira vez que você senta em frente ao volante, pode ficar apavorado. Tem marcha, volante, freio, embreagem. Parece ser muita coisa para você lembrar. Porém com o tempo, você vai treinando, dirigindo e dirigindo, até que chega um dia que você faz isso de forma tão automática que nem percebe mais quando troca as marchas ou dá uma seta para a direita, por exemplo. Todo aprendizado que você faz sem pensar nele é porque foi aprendido/internalizado, e isso só é possível através da repetição.

Sendo assim, a partir de agora, quando você for estudar inglês, não pense que você aprenderá lendo apenas uma vez sobre um tema. Se você ler, escrever, criar frases, falar em voz alta, e fizer isso após algum tempo novamente, as suas chances de aprimorar ainda mais o seu inglês tendem a crescer consideravelmente.

O recado está dado. Espero que eu não tenha que repetir isto a você (risos). Até mais,

Ueritom


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!

Um pensamento em “Repita tudo o que você aprende para gravar na mente