Os videogames podem ajudar no aprendizado?

Este post já foi lido 14657 vezes desde 27/06/2015

Jogos eletrônicos são sempre um assunto polêmico. Há quem diga que faz bem, há quem diga que é só perda de tempo. O fato é que a cada dia que passa os videogames e jogos eletrônicos estão se tornando cada vez mais populares. Prova disso é o jogo GTA V, que alcançou a marca de 800 milhões de dólares em vendas no primeiro dia.

Estudos feitos recentemente têm mostrado que o videogame pode ser sim benéfico tanto à saúde quanto ao desenvolvimento da criança. Dependendo do jogo, ele pode ajudar a melhorar o raciocínio, a atenção, a coordenação, entre outras coisas. O site Minha Vida fez uma reportagem falando sobre isso. Além disso, foi publicado em um blog da UFRJ que os jogos que trazem mais benefícios são os de ação em primeira pessoa.

aprender ingles com videogames

Isso pode também ser aplicado ao aprendizado de inglês, que é o foco deste blog. Quando comecei a trabalhar com computador (11 para 12 anos), não existiam tantos jogos em português como existem atualmente, e o jeito era jogar em inglês, mesmo sem entender. Eu jogava vários tipos de jogos e em boa parte deles dava para deduzir pelo contexto o significado das palavras e frases. Isso ajudava a construir vocabulário e melhorar também a pronúncia.

Outro “método” utilizado para aprender inglês com videogames era o de tentativa e erro. Explico: sempre que não sabia o que algo significava, era preciso ir “na sorte” e ver o que acontecia. Sempre havia a opção de voltar e tentar outra coisa, caso não acontecesse o esperado.

O site Tecmundo publicou uma notícia falando sobre um estudo da Universidade de Helsinque, na Finlândia que concluiu que quem joga videogame costuma ter melhor desempenho em inglês do que pessoas que não jogam. Claro que isso se refere à média das pessoas. Pode ser que isso não se aplique ao seu caso, mas você só descobrirá se tentar.

O título do post fala sobre videogames, porém não se limita a apenas esta categoria. Você pode também tentar jogos online, no smartphone, tablet, jogos offline para PC, entre muitos outros. O importante é que seja um jogo que você goste (e de preferência que seja em inglês..risos). Se você já passou dos 30, não se acanhe em jogar, pois já foi provado que até a terceira idade pode se beneficiar de jogos.

Eu acredito que jogos em geral podem ser benéficos tanto para o cérebro quanto para o aprendizado da língua inglesa. É claro que tudo que é em excesso faz mal. O jogo não deve atrapalhar a sua rotina diária nem o contato com família e amigos.

Para finalizar, deixo alguns links para quem se interessar a saber mais:

Este post foi escrito com base na minha opinião e experiência. Se você discorda, pode deixar comentário para que façamos uma discussão saudável sobre este tema. Se você concorda, deixe comentário também, e comente que tipo de jogos você prefere e se acha que seu inglês melhorou após começar a jogar.

Até mais,

Ueritom

5 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastrar!