Pronomes relativos em inglês (Relative Pronouns)

Este post já foi lido 2612 vezes desde 27/06/2015


Temos na nossa Língua Portuguesa os chamados pronomes relativos, que (eis aqui o exemplo de um) representam nomes já mencionados anteriormente e com os quais se relacionam“. Em inglês eles também existem e são chamados de Relative Pronouns. O post de hoje é dedicado a eles. Continue lendo para saber mais.

relative pronouns

A imagem acima mostra os principais pronomes relativos existentes na língua inglesa. Vou começar falando um pouco de cada um:

  • Who (quem): usado apenas quando se refere a pessoas. Ex: There is a man outside who wants to talk to you. (Há um homem lá fora que quer falar com você);
  • Whom (de quem, para quem): usado para pessoas também, é considerado mais formal que who, porém é usado com mais frequência após preposições. De forma “oficial”, é usado quando está relacionado ao objeto e não ao sujeito da frase. Ex: The person whom I phoned last night is my teacher (A pessoa para quem liguei ontem à noite é meu professor).
  • Which (que): usado para se referir a animais ou coisas, mas não para pessoas. Ex: The car which I drive is old (O carro que eu dirijo é antigo)
  • That (que): este é mais “genérico”, pois pode ser usado tanto para coisas e animais quando para pessoas, podendo inclusive substituir Which, Who e Whom. Ex: The car that I drive is old.
  • Whose (cujo(a)(s)): usado para “explicar” algo sobre o sujeito da frase, e deve vir seguido por substantivo. Ex: This is the boy whose father won the lottery(Este é a menino cujo pai ganhou na loteria).

Falei na descrição do Whom sobre o objeto da frase. Vou explicar melhor, pois pode ter ficado um pouco confuso: isso tem a ver com quem pratica a ação da frase. A maioria das frases possui sujeito e predicado. Quando quem faz a ação não é o sujeito, dizemos que é o “objeto” da ação. Veja no exemplo acima: The person whom I phoned..quem fez a ação foi I (eu), e não The person. Se ela tivesse ligado, usaríamos who. Veja: The person who phoned me…neste caso, quem fez a ação de ligar foi The person.

Ainda confuso? Não se preocupe muito com isso. O whom não é tão utilizado quanto o who e o that. Na maioria dos casos (a frase do parágrafo anterior é um exemplo), você poderá usar who tranquilamente. A gramática é mais “rígida” apenas se houver uma preposição antes. Neste caso, o uso de whom é recomendado. Existem inclusive frases onde você pode omitir o pronome. Veja mais informações sobre este tema nos links abaixo:

Em caso de dúvidas, deixe comentários.

Até mais,

Ueritom

5 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *